29 dezembro, 2010

Tristeza

A tristeza carrega em si o algoz de ser mal vista.
Também pudera, tamanho é o desalento que ela nos inflige.

Dizem que é preciso observá-la de perto,
senti-la, para entender o que se passa na alma.
Mas a única vontade que sinto é de vê-la indo embora.

Ela não veio do nada. Existe sempre um motivo para a existência da tal.
Ainda que eu não saiba defini-lo com exatidão.
Pois isto é muito ainda para mim...

A tristeza me enfraquece e me deixa sem vontade de agir.
E a vida segue seu curso assim meio preto em branco, pálida...
Não gosto de sentir. Prefiro não afrontá-la.
E se ela se tornar mais forte?

Incomoda! Pois ela mostra decisões que precisam ser tomadas.
Sonhos que ainda não podem ser realizados.
Problemas que precisam ser enfrentados.

Não a vejo com bons olhos.
E porisso, evito olhá-la, evito senti-la,
e, quando me vejo presa em suas garras,
faço tudo que posso para me livrar dela.

Essa tristeza intrusa no meu final de ano.

__________________________________________

Contrariando a maioria de posts alegres espalhados pela Blogosfera nesta época do ano, hoje escrevi sobre a tristeza.

Porque eu só consigo falar do que estou sentindo...


ATUALIZANDO: Logo após este post, me senti muito melhor...E à noite, já em casa, não sentia mais tristeza alguma. Blogar realmente me faz bem!

28 dezembro, 2010

Blog Retrô !!!

Escolher um post deste ano que gostamos muito e publica-lo novamente é a proposta da Elaine Gaspareto, do Blog Um pouco de mim.

Ok, tive város post de que gostei muito de escrever e mais ainda dos comentários que recebi. É dificil escolher ! Mas cheguei em um post simples mas que me marcou.


Eu vivo em busca do auto conhecimento, e sempre foi difícil falar de mim mesma. Mas nesta postagem, feita em 05 de Outubro de 2010, eu falo de mim mesma, dos meus defeitos, das coisas que gosto, dos meus sonhos e duvidas. Tudo bem resumido, mas foi um belo começo. Adorei ter falado de mim em 3ª pessoa. Eu gosto de falar assim de mim, como se fosse outra pessoa, acho que facilita um pouco...Abaixo o texto:


ELA EM PALAVRAS

Ela é uma mulher, que se acha uma menina, que está descobrindo suas qualidades,seus defeitos, e indo em busca do auto conhecimento. Ela está aprendendo a ir atrás do que quer, e não ficar esperando que as situações mudem sozinha, mas nem sempre foi assim. Até pouco tempo atrás, mesmo sabendo que as coisas não "caem do céu" ,ela agia como se isso fosse acontecer, simplesmente esperava. Ela está deixando seu lado determinada se fortalecer. Ela é sonhadora,precisa se esforçar para entender que não existe nada perfeito.Não existe ninguem perfeito. Todos tem o lado bom e o lado ruim, não tem jeito. Aprendeu que ao escolher alguma coisa, é inevitável abrir mão de outra. Não dá para ter tudo que se quer... Casou cedo, aos 23 anos, amando muito. E quase três anos depois, continua feliz a amando muito, mas bem mais madura. Aprendeu que para viver juntos e felizes, é preciso respeitar a individualidade do outro e a própria individualidade. É preciso respeitar o tempo, as idéias, as vontades... Esta aprendendo a ser menos egoísta no relacionamento, e lembrar que o outro também tem anseios,vontades, medos, assim como ela. Sensível, chora com filmes, ao receber um presente, ao ver cenas de amor entre pais e filhos, ou se simplesmente ver alguem chorar. Ás vezes se machuca com poucas palavras. Sabe que precisa ser mais forte, mas ainda não tem idéia de qual é o caminho para que isso aconteça. Insegura, tem medo de agir, poderia pensar menos e agir mais. Medo de ficar só, de não ser amada. Medo de dirigir, mas quando dirige se sente uma mulher maravilhosa. Adora... Sonha em ter filhos. Sonha com a gravidez, com os enjoos, com as visitas ao médico, com o dia que vai ouvir o coração do bebê, e saber o seu sexo. Sonha com o parto e com a 1º troca de olhares com seu filho. Mas decidiu esperar um pouco mais, porque sabe que a faculdade precisa ser concluída antes. Ela acha tão difícil esperar... Não é tímida, mas tem medo de se expressar. Quando as atenções se voltam para ela: desconforto geral. Ela se acha uma menina, tem dificuldades de se ver como uma mulher. Não se acha sexy, nem tão feminina como gostaria. Trabalha este lado, mas é dificil mudar uma idéia... Está um pouquinho acima do peso, e luta contra isso. Acha que quando emagrecer, vai se sentir mais bonita. Ela é muito indecisa quanto a profissão que irá seguir. No momento estuda Marketing, mas acha que gosta de Design Gráfico, faria Publicidade e acha que se daria bem com Confeitaria. Bom, ela tem tempo para descobrir. Ela tem poucos amigos,mas eles gostam dela. Ela não tem muita idéia da força que tem. Da inteligência que tem, do quanto é bonita e querida.Mas ela esta tentando perceber isso. Ela nasceu em 1984, a quarta de uma família de 7 irmãos, é feliz e crê em Deus. Um pouquinho do que sou... E ai você também gostou? Diz o que achou,tá?

23 dezembro, 2010

Aniversário...O meu!

Pois é, amanhã completo meus 26 anos de vida!!!
E pela primeira vez eu me assustei com minha idade. Sério!
Esta passando rápido demais agora...
Mas estou muito agradecida.
Esta etapa de 25 anos foi muito boa.
Tive muito boa saúde, emprego, família linda.
Somei coisas boas em minmha vida:

- Superei problemas.
- Amadureci sentimentos.
- Fortaleci amizades e reconquistei outra havia se perdido no tempo.
- Comecei minha faculdade.
- Comecei a dirigir.
- Comecei a blogar.
- Comecei a pensar muito mais em mim mesma, a me amar e cuidar de mim.

Enfim foi um ano de muito auto-conhecimento! Estou feliz...
Obrigada por tudo JESUS!


22 dezembro, 2010

Uma nova mulher está surgindo

Junto com outras mudanças que ocorreram em minha personalidade no ano de 2010, tem uma que quero contar aqui. Estou mais feminina! É isto mesmo, estou mais mulher.

Deixa eu explicar.


Eu sempre fui cuidadosa no meu modo de vestir, mas sempre me vesti como uma menina.

Nada de acessórios, maquiagem usava muito pouco. Bolsas? Ah não,pra quê isso? Colova os documentos no bolso do marido e pronto. Absurdo? rsrs, sempre foi assim.

Gosto de saltos, mas uso pouco devido o cansaço nas pernas. Só de olhar sinto dores. Sério! Uma preguiça...Então aderi ao uso de tênis. Era tênis para ir as compras, faculdade, passeio e (pasmem) até para o trabalho.


Mas a força que envolve a luta das mulheres defensoras da feminilidade nas mulheres agiu em mim. E eu comecei a mudar...


Comecei a usar acessórios. Comprei colares, correntinha, anéis, pulseiras(várias!) e cintos.

E desde então estou encantada com o efeito no visual que estes acessórios causam. Vixe maria!

Estou deixando de usar meus tenis. Mesmo com preguiça, estou escolhendo usar sapatilhas e sandálias anabela (que cansão menos). Comecei a usar os cintos.

Ah estou usando um rímel,lápis para olhos, gloss (este eu sempre usei), e me esforço para usar base. Agora eu tenho até um pó compacto! Minha próxima compra será um bom protetor solar.

Existe maior feminilidade do que a que uma sandália de salto alto na cor vermelha exibe?

Pois é eu comprei uma. E comprei meu primeiro óculos escuros!


Comecei a usar brincos neste ano também. Faço mais vezes as unhas e depilação.

Comecei a usar bolsas também(aos poucos tá?). Agora quero uma de cor forte: vermelha ou verde. Tudo isso com muita consciência, porque longe de mim virar uma mulher consumista.


Claro que não foi tudo de uma hora para outra, pois toda mudança tem seus graus de evolução.

Mas eu tô feliz com essa mulher que está surgindo. Ela é charmosa e um pouquinho mais sensual.


Então em 2011, já decidi: darei ainda mais espaço para ela, a mulher que eu sou.

17 dezembro, 2010

Das coisas que não vou levar...

2011 está chegando.
Hora de decidir o que não vou levar na bagagem da minha vida para este novo ano.
Que bom que podemos recomeçar...Isto nos dá um novo ânimo.
E para receber 2011 brilhantemente, é hora de fazer faxina interna, e desprezar aquilo que não queremos em 2011 em nossas vidas.


Não sei se vou conseguir mas gostaria de deixar em 2010 alguns sentimentos que não me faz bem. Já lidei muito bem com eles neste ano, mas eu gostaria que eles definitivamente ficassem em 2010. Gostaria de exclui-los da minha vida e pensamento por completo.
Tem dois sentimentos que teimaram em aparecer na minha vida neste ano. Sentimentos feios, próprios do ser humano, mas que não fazem nada bem. Deixo os, desprezíveis, em 2010.


Gostaria de fechar um ciclo com uma empresa que trabalhei até Março de 2010, mas que ainda tenho alguns direitos para receber. Foi uma fase dificil, pois eu preferi ficar só na conversa para receber os direitos trabalhistas e não entrar com um processo, para não gerar tanta dor de cabeça.Mas hoje desconfio que a justiça teria sido o caminho mais eficiente, pois demorou muito e ainda não terminou. Espero virar esta página da minha vida neste finzinho ou no máximo no comecinho de 2011.


Quero deixar para trás, o medo de ser exatamente quem eu sou. Vivi por muito tempo insegura com medo de buscar minhas vontades, e agora isto esta mudando, pois me sinto mais forte e segura para ser a Damaris que quero ser. Tudo começa a ficar mais claro e eu já me amo muito mais. Quero o medo de ser exatamente o quero ser fique em 2010.
Que venha 2011, cheio de renovação e esperança, nos enchendo de
coragem para sermos ainda mais felizes!



Faz parte da Blogagem Coletiva -O que deixei para trás em 2010- que adorei
participar proposta pelo Blog : Um pouco de tudo.

10 dezembro, 2010

Como se diz: Eu te amo?


Falar sobre o amor é maravilhoso, pois o amor cura feridas. Sara as dores. Renova as forças e esperanças.
No amor existe o que eu considero essencial para todos os tipos de relacionamentos: o respeito.

Como se diz Eu te amo...

Quando quem diz é a pessoa que você ama, um eu te amo é a frase mais doce que existe para se ouvir...
Se for depois de um momento de amor, a vontade que se dá é de parar o tempo, e guardá-lo como um diamante precioso, que nunca perderá o valor.
Mas além da declaração de amor falada, existem outras formas de se dizer a bela frase.
Às vezes não se ouve, mas se "vê" o Eu te amo...É o amor dito nas entrelinhas...

Quando ligo para mamãe para saber como ela está no meio do dia, estou dizendo te amo mãe...
Quando eu penso no almoço que vou fazer e que meu marido vai adorar, estou dizendo que o amo...
Quando eu ouço meus pensamentos, quando presto atenção nos meus desejos e vontades, quando reservo um tempo para mim mesma, estou dizendo a mim, o quanto me amo.

Vejo um eu te amo maravilhoso no sorriso e olhos brilhantes do papai e da mamãe quando vou visitá-los nos finais de noite. Vejo um eu te amo sapeca quando minha sobrinha mais velha ao me ver, corre em minha direção, e em abraça tão apertado que chega doer...É a forma dela dizer eu te amo.Sinto o amor do esposo quando ele sorri com as mãos para trás e diz: Advinha o que eu trouxe para voce? Chocolates...

O amor é expresso de várias formas, pois somos diferentes uns dos outros. Todas as formas são maravilhosas de se ouvir,sentir,ver, cheirar ou tocar...
Como é bom falar de amor...
E você? A quanto tempo você não diz eu te amo para quem mora no seu coração?

Dá tempo. Vai lá...


Este texto faz parte da Blogagem Coletiva Como se diz Eu te amo? Proposta do Blog da Gilmara e do Blog da Teresa...

08 dezembro, 2010

Saudades?



Eu sinto Saudade.
Mas não é saudade de alguém, pois não estou sentindo falta de ninguem.
Não é saudade de algo, ou de um tempo, ou uma época.
Não é saudade do que fui.
Apenas sinto.
Uma saudade que eu não sei explicar direito,
como se fosse saudade do que ainda serei.

Sim...é estranho. Mas é um sentimento.
Talvez eu esteja errada em nomeá-lo assim.
Mas é o unico nome para ele que me vem a cabeça. A sensação é de saudade.
Mas o ser a quem ela se destina, não sei... Já sentiu isto alguma vez? Eu já.
Não é a primeira vez que sinto,
mas é a primeira vez que falo sobre, é a primeira vez que tento analisar também.

Sabe, parece ser saudade do que eu sou de verdade.
Ou espero ser.
Saudade de um encontro profundo comigo mesma...
Ficar comigo, sozinha. Falar comigo. Me ouvir, dar risadas comigo.

Hummm, parece ser saudades de mim. Será?

06 dezembro, 2010

Libertar-se de nós mesmos.

Podemos nos esconder dos sonhos.
Podemos nos esconder da vida.
Tentamos nos esconder de nós mesmos.

Mas não podemos.

Chega uma hora em que temos que nos olhar de frente,não dá para fugir do que sentimos.
Não dá para fugir a vida inteira do que sonhamos.
Não dá para fugir das angustias.
Não dá para disfarçar, e dizer que o que poderia nos faz feliz,
na verdade não é tão importante assim.
Não dá para mentir para nós mesmos,
a não ser que se finja, e se engane.
Mas chega uma hora em que a verdade entala na garganta.
Ela tem que aparecer.
E somos obrigados a encarar nossas dores antigas.
E somos obrigados a admitir o que nos faz bem, e o que nos faz felizes.
E somos obrigados a esmiuçar a verdade.
E somos obrigados a fazer escolhas.
É necessário para sobreviver.
E quando isso acontece, podemos até nos sentir fracos. Fragilizados.
Sentimentos vem a tona com facilidade, em forma de lágrimas,
ou representados por sorrisos nervosos...
Mas é necessário parar, e se olhar.
Pode ser dolorido descobrir verdades. Pode ser difícil.
Mas é preciso responder as questões da vida com sinceridade.
E sermos honestos com o que realmente somos.
E deixar de protelar nossas vontades, nossos sonhos, nossas manias.
Tão importanets para sermos felizes.
E desprender de mitos que nos afligem. De pedras que nos atrapalham.
De lembranças que insistem em ficar. É preciso libertá-las. Abrir espaço.
Mágoas antigas. Sentimentos ruins. Dar Liberdade ao coração.

E libertar-se de si mesmo.

E se deixar voar.
Mente leve. . .
Solta. . .
Então poderemos ser nós mesmos.
Não há mais cobrança.
Não há mais medos.
Só há a leveza de um coração, que quer simplesmente ser feliz.
Não por cobrança de sê-lo.

Mas por que agora ele tem condições e liberdade para buscar o melhor para si mesmo.


01 dezembro, 2010

Dezembro-Um mês para chamar de meu...

Dezembro é um mês definitivamente reflexivo e melancólico, mas também muito feliz.

É nesta época do ano que paramos para fazer um balanço geral do que fizemos, do que aprendemos, do que conquistamos ao longo do ano, ou ainda onde erramos, onde podemos melhorar. Eu ainda não fiz o meu, mas acho interessante fazer. A maioria dos blogs falam desta época de reflexão. É natural, marca o final de um ciclo.


Dezembro também tem sua dose de melancolia. É quando as saudades ficam um pouco mais intensas, as pessoas ficam mais humanas, surgem várias campanhas de solidariedade. E quem perdeu um ente querido, recente ou não, sente bastante,principalmente nos dias que rodeiam a festa de Natal. A reunião de famílias para festas, trocas de presentes e almoços, deixa todos um pouco mais sensíveis.


Para mim, sempre foi um mês feliz. E tenho mais uma razão além das festas, encontros e reflexões. Dezembro é o meu mês. Mês do meu aniversário! Eu sempre gostei de fazer aniversário. Sempre adorei ter um dia todo meu...E mesmo agora na fase adulta,isso não mudou! Que bom...E este aniversário tem um Q de especial...

É que sinto como se eu estivesse deixando parte do meu lado menina para me tornar mulher.

É como se fosse os 15 anos atrasados sabe? Só que no meu caso só aos 26 tenho essa sensação. Acho que será um marco..


Dezembro , sempre será o mês da minha vida.

30 novembro, 2010

Depende só de mim!

Eu estou aprendendo a lidar com a verdade:

Minha felicidade depende exclusivamente de mim.



Depois que percebi isso, estou aprendendo a não culpar o governo,o pai, a cultura ou o vizinho pelas agruras da vida.
Estou começando a lidar com meus traumas, entender meus medos e ir atrás do que quero.
Embora, "ir atrás do que quero" ainda á um tanto complicado pois para fazer isso é necessário saber ao certo o que se deseja. O começo disso tudo é o auto- conhecimento, o meu objetivo atual e acho que para o resto da vida!



Existem pessoas que passam uma vida inteira a reclamar, julgam se vítimas de uma situação, mas não fazem nada para mudar, para crescer e melhorar. Como por exemplo,há pessoas que sonham em obter um bom emprego, mas permanecem onde estão, sem buscar estudo e profissionalização. Sonham em tocar um instrumento musical, mas nunca sequer pensou em entrar em uma aula de música, nem ao menos tenta.



Não há colheita sem semeadura.
Mas quando plantamos, Deus manda a chuva para regar a terra e fazer brotar a semente.



Ninguem tira o meu direito de ser feliz, e de lutar para estar confortável emocionalmente e fisicamente. Acho essa consciência importantíssima, é o primeiro passo para essa busca.



E atrvés deste questionamento hoje eu me perguntei o que eu ando fazendo em prol da minha própria felicidade...

E você?

22 novembro, 2010

Depois que te conheci.

Depois que te conheci amor, muitas coisas mudaram por aqui. Já não sou mais aquela, percebo, que reclamava de coisas poucas, que me faziam infeliz... Você me puxou para cima amor! Você me ensinou um pouco da sua capacidade de achar graça das próprias angustias, e derrepente tudo vira um grande riso, e o que nos fazia triste se torna tão menor! Isso é da sua personalidade amor. E eu copiei. Achei tão bonito! Você também copiou coisas boas que encontrou em mim. Como o meu jeito de procurar o lado bom das pessoas, ou nos colocar no lugar delas para entendê-las...Bom isso, né? Eu me misturei um pouco a você e você a mim. E ficamos assim, parecidos, embora tão diferentes. Você me ensinou a ter meu espaço. Como? Respeitando meu tempo, minhas decisões. Me deixando ficar a sós quando eu preciso. Olha só! Depois que te conheci me conheço melhor... Tem outra coisa boa que "roubei" um pouco de você. O carinho. O mimo. Sim! É tão bom mimar quem amamos! Você me fez melhor amor. Tão igual eu te fiz bem. Não é conto de fadas, porque isso não existe. Não é paixão, porque esta não dura o suficente para nós. Pois nós queremos mais... Nos queremos amor. E temos, em uma conquista diária, não com facilidades, não com milagres. Mas sim com esforço. Com entrega. Com doação. Com respeito... Fazemos a nossa história valer a pena, dia após dia...







20 novembro, 2010

Parabéns!

Quero dar os parabéns para uma blogueira muito legal,
que me conquista dia após dia com seus posts, sua amizade e seu carinho...
Hoje é o dia do aniversário dela...
Estou falando da Cleia Lucena,

FELICIDADES PARA VOCÊ CLEIA !!!
Passa lá, dá parabéns para ela!

14 novembro, 2010

Meu jeito de ser feliz...


Hoje eu estou assim, com um coração tão feliz, cheinha de vontade de fazer e acontecer...
Cheia de planos, cheia de vontade, cheia de coragem.
Essas vontades dá um gosto bom na boca, uma alegria dentro da gente, e uma vontade de crescer e aprender. Como é bom sentir tudo isso.

Há um tempo atrás eu estava um tanto triste, autoestima lá em baixo, me procurando...
Mas eu sempre me busquei, nunca desisto de me conhecer, me ouvir,me entender.
E eu sabia que em algum momento minha força iria voltar. Pois é, me sinto mais forte.
Minha auto estima que andava estacionada, voltaria a subir. E voltou...
Vontade de fazer. Agir. Eu sempre fui muito feliz. Sempre tive pessoas muito boas perto de mim.

Mas às vezes nos sentimos tão frágeis! E nestes momentos, se não tomarmos cuidado os pensamentos bons fogem da mente. Os cuidados com a auto estima precisam ser constantes.
Eu já percebi que não posso dar muito lugar a tristeza. Se ela vem, eu olho para ela, sinto-a por algum tempo, porque se eu dou muito espaço, ela toma proporções maiores, aí perco o controle. Então para isso não acontecer, procuro me animar.

Felicidade para mim é acontece assim. Em uma conquista diária. E eu sou feliz. E pretendo ser ainda mais. É gostoso demais estar assim.
Cheia de vontade de viver cada momento com muita alegria...

12 novembro, 2010

Eu quero ter um bebê

Eu quero tanto ter um filho!
Tanto...
Apesar de ainda não ser o momento ideal.
Não sei se espero mais...

Às vezes esse desejo fica guardadinho aqui dentro do meu coração.
Mas tem outras vezes que ele sai, vem com toda força, como agora, e quase me faz desistir de esperar a faculdade terminar...

Pra dar tudo certinho, terei meu bebê em 2012. Mas está tão longe !
Já pensei em ter antes e seja o que Deus quiser. Mas tenho medo. De ficar muito corrido.
Mas hoje, hoje eu estou com muita vontade de deixar vir meu bebê...Chega dói.
Me ilumine Jesus!


10 novembro, 2010

Um novo nome para o blog


Hoje eu vim falar de algo que venho pensando hà um tempinho.
O que vem despertando a minha imaginação é um novo nome para o blog.
Sei que não é bom trocar o nome, pois as pessoas perdem a referência, mas isso será importante para mim.
Gosto do nome Escolhas, porém acho que preciso colocar um nome que demosntre mais a idéias que o blog tem, que é falar de SENTIMENTOS. Eu gosto de falar deles.

E eu quero que o nome proponha isso para o leitor.

Inicilamente, eu escrevia apenas para mim. Não esperava que alguem fosse seguir o blog, ler e ainda comentar. Depois de um tempo blogando, o numero de Seguidores crescendo, vi que tem pessoas carinhosas que vem aqui ler o que posto, comentam...Isso é tão gostoso!
Ai, continuei escrevendo para mim. Mas é diferente quando eu sei que alguem vai ler.

Quero aproveitar e agradecer as visitas que recebo aqui, vocês são importantes para mim!

E aguardem, porque em breve o Blog vai mudar de nome. Estou pensando em mudar a carinha dele também. Mas não quero perder vocês, meus queridos Seguidores...

06 novembro, 2010

Quase 26!!!


Tem algo acontecendo, que está me deixando um tiquinho ansiosa.
Com um certo medo até.
Também esta me deixando feliz...
O motivo é: em Dezembro, no dia 24 eu vou fazer 26 anos.

Ok. Normal. Fala-se mais da crise dos 30, eu sei.
Mas para mim, fazer 26 anos tem um que de maturidade no ar.
A "idade adulta" finalmente está chegando meeeesmo. Até completar 25 anos eu me sentia ainda na fase adolescente de ser. E agora, definitivamente, não dá mais para ter este sentimento "adolescentês". Não cabe mais...

Deixa eu contar uma coisa que sinto. Eu nunca consegui me sentir uma mulher aduuulta mesmo. Eu tenho uma sensação de não ser madura, ás vezes me sinto até meio criança! Sei que é algo totalmente psicológico, pois sou muito responsável, sou casada, estudo , trabalho...Sei lá, vai entender a mente humana...

Mas agora, quando eu compeltar 26 anos, não vai dar mais para sentir isso, eu acho.
E quero receber esta nova fase com muito amor. Quero fazer algo diferente nesta nova etapa da minha vida. Realizar sonhos antigos (depois vou fazer uma listinha e postar aqui).

Também quero me dar de presente até lá,uma programação especial.Por exemplo, visitar algum lugar que sempre tive vontade de ir, ir à praia (faz tempão que não vou!), almoçar em algum lugar bem romantico, visitar alguma exposição, museu, não sei ainda, mas vou pensar...Tô cheia dessas vontades. Vou programar e me dar de presente esses passeios que sempre tenho vontade, mas que sempre deixo para depois...

A verdade é que estou cheia de vontade de viver intensamente...E que venha Dezembro, meu aniversário, e o Natal. Vai ser bom. Vai ser muito bom!

03 novembro, 2010

O lado Doce da vida...


Momentos Doces...
Sorriso de criança, choro de neném, abraço...

- Tia, me dá sua mão, vem cá, vamos lá fora brincar!
Conversa entre irmãos...Cunhadas...
Churrasco, família reunida para o almoço.
Grama verde, ar puro, água...Frescor.
Amor, amor, amor...
Pai pertinho. Mãe sorrindo.
Marido juntinho.

Momentos doces de se viver.
Quando será o próximo feriado mesmo?

02 novembro, 2010

Decisão.

Gosto de falar dos meus sentimentos. Isso me faz bem.
Mas tem épocas em que não falar deles me faz melhor. Não sei se você já se sentiu assim.
Este é o motivo da minha ausência aqui no blog.
Não é porque não estou bem. Na verdade, estou legal, mas simplesmente não tenho vontade de falar o que sinto, e como o blog é feito dos meus sentimentos, não sai nada...

Talvez seja porque os meus pensamentos andam um tanto tumultuados, pois estou em uma fase de decisões, que geram várias dúvidas.
Não é bom de sentir. Mas vai fazer bem para mim tomar decisões.
Contribui para o meu crescimento. Tomar decisões nos obriga a parar para pensar, analisar e escolher. E pensar em mim mesma tem sido um exercício diário.
Creio que no final do ano muitas decisões já terão sido tomadas.
Já terei passado por uma situação que está deixando meu coraçãozinho um tanto aflito. Verdadeiro exercício de confiança em DEUS. Mas quem somos nós sem ELE?
ELE vai me ensinar a descansar quando só ELE pode agir.

Deu para sentir daí a confusão que se instalou aqui, né? Pois é...
No momento tudo isso é desconfortável. Mas vai contribuir para um amadurecimento em mim.
Então, avante!

24 outubro, 2010

Me encontrando...

Quem andou lendo meus posts anteriores deve ter percebido que eu vinha sentindo um certo desconforto em relação a mim mesma, a ser quem eu sou.

A verdade é que blogs tem "a cara" de seus donos, e o meu vinha tendo uma carinha meio triste há algum tempo.
Mas é com grande motivação e esperança que venho dizer que a situação está mudando. Mas não é a situação externa que vem mudando, pois o emprego continua o mesmo, a faculdade, os amigos, tudo está igual. Quem está melhorando sou eu. Internamente.

As coisas mudam primeiro dentro da gente, precisa ser assim, e depois que isso começa a acontecer, o externo começa a se mover também.
Primeiro porque começamos a ver as situações por um novo ângulo, os problemas insolúveis começam a se mostrar menores, solúveis.
E depois porque os nossos pensamentos atreaem coisas boas ou más, depende do que se passa neles, e se estamos bem internamente, automaticamente tudo ao nosso redor começa a mudar. As pessoas nos repeitam mais, quando nos damos o repeito primeiro. Os amigos sentem nossa alegria e incoscientemente passam a desejar estar perto da gente. É incrível,mas as coisas mudam mesmo.
E tudo isso se torna como um círculo vicioso, nos sentimos melhor, as pessoas se sentem melhor perto da gente, as situações melhoram, ficamos mais fortes, mais independentes, e nos sentimos mais felizes. E completa-se a volta no círculo...

Estou encontrando aos pouquinhos a mulher que eu sou e que tinha se perdido aqui dentro de mim.

-Pode vir...Não tenha medo. Vou te dar espaço, vou te respeitar, vou amar você.
Porque você Sou Eu.

21 outubro, 2010

Para se conhecer...


Para conhecer-se a si mesmo, talvez seja necessário uma auto-reflexão sobre seus pensamentos, sentimentos, palavras e ações.
Questionamentos sobre o que causa dor e o que causa prazer, o que lhe traz tristeza e o que lhe traz felicidade. O que gosta de fazer, o que faz por conveniência, obrigação ou desgosto.
Quais são os motivos que o levam a fazer algo, a viver mais um dia, a amar.

Descobrir porque sonha o que sonha, qual o sentido da própria vida.

Buscar os princípios que regem sua existência, as raízes que alimentam sua vida e de onde vem a seiva. Através do convívio com as outras pessoas vamos delineando nosso caráter.
Vamos sendo moldados pela interação com o outro e com nós mesmos.
Aprendemos, comparamos, absorvemos, articulamos dados, que nos levam a termos diferentes pensamentos e sentimentos, diferentes aprendizagem de forma percebida ou não. Partimos de pontos para chegarmos a outro. Fugimos aqui, nos encontramos lá. Vamos na direção do que é bom, nos distanciamos do que achamos ruim.

É a dinâmica da existência humana e seus labirintos, praças e caminhos.

Conhecer-se.

Conhecer-se para se chegar à lucidez da existência,
para auto-ajudar-se,
eis aqui um passo para a
liberdade!
Encontrei este texto na internet, não sei quem é o autor, mas por ser tudo que desejo,quis compartilhar com quem me visita.

20 outubro, 2010

Eu gosto de falar de esperança


Há esperança para o ferido como árvore cortado e
marcado pela dor...
Ainda que na terra envelheça a raiz,
e no chão abandonado o seu tronco morrer...
HÁ ESPERANÇA PRA VOCÊ !
Ao cheiro das aguas brotará, como planta nova florescerá.
Seus troncos se renovarão, não cessarão os seus frutos...
E viverá!


(Letra da música Há Esperança - Diante do Trono)


Eu gosto tanto tanto da palavra ESPERANÇA...
Ela é carregada de novidades,de recomeços, de nova vida.

18 outubro, 2010

Paz



Estou em paz...É simplesmente maravilhoso descansar em Deus.

15 outubro, 2010

Desassossego


O segredo é não correr atrás das borboletas...
É cuidar do jardim para que elas venham até você.


Estou fazendo uso desta teoria.
Estou cuidando do meu jardim.
Estou olhando mais para mim.
Estou observando o vai e vem dos sentimentos.
Como as ondas de um mar azul...
O desassossego que a ansiedade provoca.
A montanha russa de emoções aqui.
Deixando os pensamentos a vontade,
para depois tentar colocá-los em ordem.

Estou cuidando melhor de mim,
pois quero flores no meu jardim.


12 outubro, 2010

Conhecer-se?


Ontem eu assisti aquele filme que está em cartaz nos cinemas, estrelado pela Julia Roberts, :
Comer Rezar Amar...

O filme, (somo sempre,né) não é melhor que o livro, mas é bom , tem umas cenas bonitas, sensibilidade, paisagens maravilhosas e deixa você com vontade de fugir também para "se conhecer", se encontrar, se ouvir... Eu gostei muito.

Mas fiquei pensativa.
O meu desejo de auto-conhecimento nasceu a 5 anos atrás, aos 21 anos, quando derrepente comecei a me questionar quem era aquela menina, que por ora era tão menina, mas outras oras lembrava mais uma mulher...Eu comecei a me buscar. Naquela época iniciei a Terapia, com a pergunta que não calava em mim:
Quem sou eu? O que quero? Do que gosto? Quais são meus sonhos?

Hoje eu tenho parte das respostas. Mais ainda não são claras. Se conhecer é um caminho difícil, ás vezes você não se gosta nem um pouco. Outras vezes você se gosta tanto,tanto, que pensa: Como vivi tanto tempo sem mim? Porque não me dediquei a me ouvir e prestar mais atenção em mim antes? Continuo com a Terapia.

Comecei a pensar na possibilidade de eu estar complicando o auto-conhecimento. Como se tudo que vejo em mim, é uma verdade camuflada, porque simplesmente existe outra verdade mais forte que golpeará esta primeira. Sim, eu sou confusa...
Será que as coisas são mais simples e quem está complicando sou eu?
Gosto de doce. Porque? Não há uma razão maior que me faça gostar de doce, ainda que eu procure. Gosto, apenas, simples assim.

Eu estou aqui. Às vezes tão estranha. Às vezes desejando ser outra pessoa. E poucas vezes, amando o que sou. Deve ser um pouco confuso para quem não tem questões como esta. Mas é o que sinto.

Talvez eu comece a simplicar o auto conhecimento, a entender que na vida sempre existirão perguntas sobre nós mesmos que estarão sem respostas ou com apenas meias repostas.
Talvez eu comece a prestar a tenção nas coisas que gosto, o modo que gosto e quando gosto. O inverso também vale. Começar a prestar atenção no qeu não gosto, nas coisas que não me faz bem. Aatravés desta smples analise diária, passo a me conhcer melhor.

Criei este blog para isso: me conhcer melhor, interagindo com outras pessoas...

08 outubro, 2010

Desejo

Desejo a você sol o suficiente para que continue a ter essa atitude radiante.
Desejo a você chuva o suficiente para que possa apreciar mais o sol..
Desejo a você felicidade o suficiente para que mantenha o seu espírito alegre.
Desejo a você dor o suficiente para que as menores alegrias na vida pareçam muito maiores.
Desejo a você que ganhe o suficiente para satisfazer os seus desejos materiais.
Desejo a você perdas o suficiente para apreciar tudo que possui.
Desejo a você 'alôs' em número suficiente para que chegue ao adeus final...

(Recebi por a mensagem por email, desconheço o autor,
se você souber por favor me avise)


Desejo que sejamos felizes, e que saibamos aproveitar o tempo,
ainda que este aproveitar seja fazer simplesmente nada...
Você já reparou que os melhores momentos de nossas vidas guardados na
memória são os mais simples, porém carregados de verdade?
Não precisamos de muito para sermos felizes...

07 outubro, 2010

Oba, tem brincadeira!

Recebi um selinho da Fadinha -Flávia do blog Clube da Fadinha ,e preciso dizer para ela:
- Fiquei feliz dimais, viu Fada? Obrigada!
A proposta é dizer Dez coisas que eu Amo (não vai ser difícil,rs)
e passar o selo para outros dez blogs...
Então vamos lá...

1º Amo meu Criador, meu Deus (recentemente senti seu amor e cuidado em um momento difícil)
2º Amo muito meu marido (meu lindo)
3º Amo muito minha família (são meu porto seguro)
4º Amo final de semana
5º Amo dormir com chuva sem horário para levantar (nossa,que tudo!)
6º Amo meus sobrinhos fofuchos e minha enteadinha
7º Amo férias (nada boba né?)
8º Amo assistir filmes
9º Amo meu blog e os blogs que visito (adoro ler as idéias de vcs!)
10º Amo dias de Sol

Bom tem muitas pessoas e coisas que amo, mas não dá para falar tudo né?
Indico esse selo para os blogs queridos:

Meu Divã- Blog Oficial
Ecantadora de Abelhas
Olhos e Pensamentos
Entretantas Eu!

The blog girls
Fio de Ariadne
A Piece of me
Movimento de Vida
Cor e Ramo

Bom é isso aí, galera, postem lá, Bjos para todas vcs!

05 outubro, 2010

Ela, em palavras

Ela é uma mulher, que se acha uma menina, que está descobrindo suas qualidades,seus defeitos, e indo em busca do auto conhecimento.


Ela está aprendendo a ir atrás do que quer, e não ficar esperando que as situações mudem sozinha, mas nem sempre foi assim. Até pouco tempo atrás, mesmo sabendo que as coisas não "caem do céu" ,ela agia como se isso fosse acontecer, simplesmente esperava.

Ela está deixando seu lado determinada se fortalecer.


Ela é sonhadora,precisa se esforçar para entender que não existe nada perfeito. Não existe ninguem perfeito.

Todos tem o lado bom e o lado ruim, não tem jeito.

Aprendeu que ao escolher alguma coisa, é inevitável abrir mão de outra. Não dá para ter tudo que se quer...

Casou cedo, aos 23 anos, amando muito. E quase três anos depois, continua feliz a amando muito, mas bem mais madura.

Aprendeu que para viver juntos e felizes, é preciso respeitar a individualidade do outro e a própria individualidade. É preciso respeitar o tempo, as idéias, as vontades...

Esta aprendendo a ser menos egoísta no relacionamento, e lembrar que o outro também tem anseios,vontades, medos, assim como ela.

Sensível, chora com filmes, ao receber um presente, ao ver cenas de amor entre pais e filhos, ou se simplesmente ver alguem chorar.

Ás vezes se machuca com poucas palavras. Sabe que precisa ser mais forte, mas ainda não tem idéia de qual é o caminho para que isso aconteça.

Insegura, tem medo de agir, poderia pensar menos e agir mais. Medo de ficar só, de não ser amada.

Medo de dirigir, mas quando dirige se sente uma mulher maravilhosa. Adora...

Sonha em ter filhos. Sonha com a gravidez, com os enjoos, com as visitas ao médico, com o dia que vai ouvir o coração do bebê, e saber o seu sexo. Sonha com o parto e com a 1º troca de olhares com seu filho. Mas decidiu esperar um pouco mais, porque sabe que a faculdade precisa ser concluída antes. Ela acha tão difícil esperar...

Não é tímida, mas tem medo de se expressar. Quando as atenções se voltam para ela: desconforto geral.

Ela se acha uma menina, tem dificuldades de se ver como uma mulher. Não se acha sexy, nem tão feminina como gostaria. Trabalha este lado, mas é dificil mudar uma idéia...

Está um pouquinho acima do peso, e luta contra isso. Acha que quando emagrecer, vai se sentir mais bonita.

Ela é muito indecisa quanto a profissão que irá seguir. No momento estuda Marketing, mas acha que gosta de Design Gráfico, faria Publicidade e acha que se daria bem com Confeitaria.

Bom, ela tem tempo para descobrir.

Ela tem poucos amigos,mas eles gostam dela.

Ela não tem muita idéia da força que tem.

Da inteligência que tem, do quanto é bonita e querida. Mas ela esta tentando perceber isso.

Ela nasceu em 1984, a quarta de uma família de 7 irmãos, é feliz, crê em Deus, e seu nome é Damaris.

Um pouquinho do que sou...


04 outubro, 2010

Estava aqui...


Sinto,
mas não sei colocar em palavras...
Não sei descrever.
Parece com angústia, tem um pouco de ansiedade.
Não é gostoso de sentir.

Não quero sentir.


Uma vez eu tive um sentimento tão gostoso,
de ser dona de si, de se achar forte o suficiente
para buscar exatamente o que queria!
Eu o perdi...
Em uma das gavetas no meu interior.
Tá dificil achar. Mas eu sei que existe, porque eu o senti.
Quero encontrá-lo logo...

Esse sentimento gostoso de se sentir uma super mulher.

01 outubro, 2010

Novo dia


Hoje quero sossegar.
Quero descanso.
Descaso.
Acaso.
Nada.
Quero ficar calada.


Pensamentos quietos...


Estou assentando a poeira,
que o vento assoprou por aqui.
Estou cultivando a energia,
que ontem gastou-se com o uso.


Hoje só quero sorrir...

30 setembro, 2010

Meu personagem favorito


Quando li sobre a Blogagem Coletiva que a Vanessa do blog http://fio-de-ariadne.blogspot.com/ (gente eu ainda não sei postar um link !)esta promovendo, pensei em um persongem que tivesse provocado minha sensibilidade, daqueles em que derramamos um rio de lágrimas...

Mas depois de pensar um pouco a respeito, encontrei uma personagem que mexeu comigo:
A Sra Smith, interpretada por Angelina Jolie, no filme Sr e Sra Smith !

O filme é muito interessante, tem muita ação, e o lindo romance do casal. E a Angelina Jolie, trabalha muito bem, vivendo a sexy Sra Smith, matadora de aluguel!

Sim, ela tem glamour, uma suavidade que contrasta com sua coragem e força, uma beleza estonteante, faz acobracias incríveis para cumprir seu trabalho, sem que uma unha se quebre ou um fio de cabelo saia do lugar...Claro que são cenas irreais. Mas que mortal feminina nunca se imaginou perfeitamente linda, pulando de prédios altíssimos como se estivesse voando, casada com Brad Pitt (marido, perdoe!), e em uma profissão de respeito? Deixemos de lado a polêmica profissão da personagem...

Cinema existe para isso. Filmes fazem por nós o que só podemos fazer no imaginário!
Pura diversão...

E a Sra Smith me faz querer ser como ela. Bem sexy, linda,e absurdamente segura...

Sinopse: John (Brad Pitt) e Jane Smith (Angelina Jolie) trabalham como assassinos de aluguel. Eles são também casados, mas um não sabe do trabalho do outro e vivem atualmente uma vida entediada. A situação entre eles muda de rumo quando cada um recebe um novo trabalho de sua respectiva agência, que faz com que eles se encontrem para realizar a mesma missão.

Título Original: Mr. and Mrs. Smith Gênero: Aventura Tempo de Duração: 115 minutos Ano de Lançamento (EUA): 2005Tamanho: 390 MbFormato: RMVB

Este texto faz parte da Blogagem Coletiva: Meu personagem favorito, do blog Fio de Ariadne.

28 setembro, 2010

Esperar para mudar...

Estou vivendo uma fase um pouco complicada.
No momento que começo a ter aversão a uma situação, não tolero mais permancer nela tempo algum. Muito me incomoda.
Ainda assim, suporto pelo tempo necessário, mas me causa sofrimento diário. Intenso ou não.

Existem situações nessa vida que, apesar de difíceis, não podem ser mudadas imediatamente.
É preciso cautela, aguardar o momento ideal, para que se tenha um melhor desfecho.

Esta é a causa dos meus dias não estarem tão alegres...
Porém espero em breve vir contar as mudanças que no tempo melhor, tenho certeza: vão ocorrer...

27 setembro, 2010

Me faz melhor...


Não estava muito bem hoje.
Mas uma volta por aqui, visitando blog de amigos...e me sinto mais leve...

Talvez até mais do que escrever, adoro ler as idéias de outros.
Adoro saber como se sentem, o que pensam, quais os sonhos, desejos, planos, frustrações...
Adoro ler sobre a experiência de vida alheia, cada um tem uma história única e fantástica.
Muitas vezes me identifico com os textos ou com as pessoas...

Blogar me faz melhor...

Tudo que quero é...

Amar até doer o peito, sem medo de perder.
Viver sem medo de chorar.
Rir sem medo de parecer boba.
Me expressar sem medo de não ser aceita.
Viver o melhor de mim.

Dizer não sem medo de magoar quem ouve.
Dizer sim, sem medo de me arrepender.

Falar sem medo de não ser ouvida.
Mas também quero ser ouvida.
Mostrar quem sou de verdade.

Me livrar das correntes da insegurança que me impedem de alçar vôo...

Eu quero sentir,ver, viver tudo que me fizer bem e feliz, intensamente!


Eu sei, ficou parecendo texto de quem tem necessidade de ser querido. Eu tenho mesmo...
Este texto é tudo que sinto neste momento.

23 setembro, 2010

Sentimentos

No primeiro dia da primavera, vou falar de Sentimentos...
Porque eles representam as flores no jardim da nossa vida: alegram, mas também murcham.

Os pensamentos são resultados deles,dos sentimentos.
Bons ou ruins, eles fazem parte de nós. Não há como não sentir.
São as cores da vida, ás vezes azul, sentimento de paz! Ou vermelho, ahhh o amor!
Ou o preto, que poderia ser o rancor. Para a indiferença vou escolher o cinza...

Dá sentido a nossa vida.
Eu gosto de senti-los. Identificá-los.

Se for um bom sentimento, dou asas a ele, deixo que cresça dentro de mim...
Se for ruim, não o ignoro,nem o expulso.Mas tento entender porque ele surgiu ali, converso comigo mesma, e depois, de saber as causas, fica mais fácil diminui-lo ou até não senti-lo mais...

Não é tão fácil como nas palavras. Para falar a verdade ás vezes é muito dificil identificar um sentimento. E acontece de não conseguir sequer nomeá-lo.

Sentimentos são tão humanos, quanto o pensar, não existe vida sem o sentir.
E que bom que os temos!

Chego a pensar se foi um presente de Deus para nós: foi sim...

19 setembro, 2010

O melhor de mim!


É difícil para mim falar de mim mesma.

Nunca fui tão estimulada à valorização pessoal no sentido de se amar. Somos mais ensinados a ajudar o próximo do que a si mesmo.

A busca pelo amor proprio é para mim uma busca constante como se fosse o "projeto da minha vida". Como se fosse não, é.

Porque quando me amo se faz aparente O MELHOR DE MIM.

Quando me amo, respeito minha opinião e me faço ser respeitada.
Quando me amo, sou uma ótima compania, porque descubro que de fato sou.
Quando me amo, escolho o melhor para mim e para quem eu amo.
Quando me amo, não aceito migalhas de amizade ou de amor.
Quando me amo, escolho as cores mais alegres, as comidas mais gostosas e os passeios mais divertidos.
Quando me amo, não tenho problemas em ficar só, porque é bom ficar comigo mesma.
Quando me amo, meus dias são mais meus.

Porque quando me amo sou mais feliz, porque deixo que se revele o melhor de mim...


(Este texto faz parte da blogagem coletiva promovida pela Elaine do blog
http://elainegaspareto.blogspot.com/)


17 setembro, 2010

Para ele...

Lugares Proibidos
Eu gosto do claro quando é claro que você me ama
Eu gosto do escuro no escuro com você na cama
Eu gosto do não se você diz não viver sem mim
Eu gosto de tudo, tudo o que traz você aqui

Eu gosto do nada, nada que te leve para longe
Eu amo a demora sempre que o nosso beijo é longo
Adoro a pressa quando sinto sua pressa em vir me amar
Venero a saudade quando ela está pra terminar, baby, com você já, já...

Mande um buquê de rosas, rosa ou salmão
Versos e beijos e o seu nome no cartão
Me leve café na cama amanhã
Eu finjo que eu não esperava

Gosto de fazer amor fora de hora
Lugares proibidos com você na estrada
Adoro surpresas sem datas
Chega mais cedo amor, eu finjo que eu não esperava...

Eu gosto da falta quando falta mais juízo em nós
E de telefone, se do outro lado é a sua voz
Adoro a pressa quando sinto sua pressa em vir me amar
Venero a saudade quando ela está pra terminar, baby com você chegando já...
(Composição: Helena Elis)


É para o meu amor...

15 setembro, 2010

Ele...o tempo.


"O tempo - quando perseguido como um bandido - se comporta como um bandido; está sempre uma fronteira ou uma sala na sua frente, mudando de nome e de cor de cabelo para enganar você, saindo pela porta dos fundos do hotel no mesmo instante que você chega ao lobby com seu mais recente mandado de busca, deixando apenas um cigarro aceso no cinzeiro como provocação. Em determinado momento você precisa parar, porque ele não vai parar. Você precisa reconhecer que não vai pegá-lo. Que a idéia não é pegá-lo. Em determinado momento, você precisa relaxar, ficar sentado e deixar o contentamento vir até você."


(Trecho do Livro -Comer Rezar Amar- de Elizabeth Gilbert)


Tempo.
Não há como alcançá-lo.
Não há como fugir dele.
Ás vezes cruel, professor ou remédio.
O Senhor Tempo...

08 setembro, 2010

Disputa

Neste momento vejo o mundo de uma forma confusa...
Não sei se o que vivo é de fato o que quero viver.
Será que mudo? Paro? Procuro? Dúvidas...


Li em algum lugar que a dúvida é Vontade de fazer uma coisa e achar que deve fazer outra...
Tem razão. E acho que essa disputa nada mais é do que a razão e a emoção, mostrando quem tem mais força...Inimigas...
Estou buscando nas palavras um alívio. Cansada... Vontade de mudar tudo. Mas a razão é tão forte...Não quer me deixar...

Eu quero o "novo"...


Hoje...

Um dia qualquer, o horário é o mesmo, o trajeto é o mesmo, o trabalho é o mesmo...

O chefe é o mesmo, as palavras, as desculpas que não cabem mais, os papéis e o toque do telefone...

A faculdade é a mesma, as matérias, professores, os amigos(esses eu digo que bom que são os mesmos)...


Mas eu não sou a mesma.

Eu mudo dia após dia. Se eu não prestar atenção em mim, corro o risco de me espiar aqui dentro e não me reconhecer...

Preciso de novidades. Rotina me cansa principalmente quando a mesma não é a que esta me fazendo feliz.

Apesar de ter medo, aprecio o novo. Não é que a rotina só me faça mal, preciso descansar da novidade, e neste caso, rotina é tranquilizante, por se saber exatamente o que vai acontecer, a energia é poupada.


Mas hoje...Hoje eu queria uma novidade boa.



06 setembro, 2010

Esperança.


Esperança é a palavra mais linda que existe.


Ela nos dá forças e alívio quando o coração acha que não suportará.

Ela nos dá a idéia de um amanhecer, após longa e fria noite, o amanhecer é esperança de um dia melhor.
Acho que foi por isso que nosso amoroso Deus inventou o nascer do Sol.
Mesmo em dias em que ele não aparece, sua luz e claridade expulsa a escuridão da noite, fazendo com que um belíssimo amanhacer renove as esperanças após o choro de uma noite.

Esperança é a certeza de que a vida se movimenta, e tudo pode mudar.

Esperança é uma fagulha de fogo que existe dentro do coração de cada ser, que faz com que lutemos mais...


Eu tenho uma esperança que não morre nunca mais.
Sim, ela já morreu uma vez.
E parecia que não renasceria mais...
Mas após três longos dias e frias noites,
minha ESPERANÇA REVIVEU.


E sempre existirá...

Forte, viva, como a luz do Sol.

Minha esperança se chama JESUS.

03 setembro, 2010




Mulher...


Fim de semana é tempo de pausa.

Pausa para olhar com cuidado para si mesma.
Para cuidar do corpo com o carinho que ele merece.
Cuidar das vontades, deixar aflorar na pele os desejos mais intimos...
Cuidar da alma, buscar a Deus, nosso Criador, encher o coração de fé e vontade de ser melhor...

Cuidar do amor. Dar carinho, regar, ouvir, falar, sentir...Amar...

Se mime. ..Se respeite!

Use o fim de semana para ser mais VOCÊ.
Eu vou fazer isso por mim...




02 setembro, 2010

Tempo que não volta mais...

A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa
Quando se vê, já são seis horas!
Quando se vê, já é sexta-feira...
Quando se vê, já terminou o ano...
Quando se vê, perdemos o amor da nossa vida.
Quando se vê, já passaram-se 50 anos!


Agora é tarde demais para ser reprovado.

Se me fosse dado um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando pelo caminho a casca dourada e inútil das horas...
Seguraria o amor que está a minha frente e diria que eu o amo...
E tem mais: não deixe de fazer algo de que gosta devido à falta de tempo.
Não deixe de ter pessoas ao seu lado por puro medo de ser feliz.
A única falta que terá será a desse tempo que, infelizmente, nunca mais voltará.

Autor: Mário Quintana


Hoje pela manhã li sobre a ansiedade, a vontade que o tempo passe depressa, para assim chegarmos a um estágio que desejamos estar. E passamos a vida assim. Buscando pela passagem do tempo.
Sou assim...Ansiosa.
Espero pelo fim de semana. Espero pelo feriado. Amo esperar pelo final do ano!
O final do ano chega, e eu passo a esperar nova data...
O tempo passa, e eu deixo de apreciar todos os momentos vividos, sejam eles bons ou ruins. Não da forma como acho que seria mais saudável.
Me convidei a pensar sobre isso. Sim, o primeiro passo para resolver uma questão é reconhecer a existência dela, e analisar o incômodo que ela proporciona. Logo vem o sentimento de necessidade de mudança.

Este é o momento em que esta mudança se inicia...

Related Posts with Thumbnails